17 dúvidas respondidas sobre facetas de porcelana e lente de contato dental

Você quer corrigir o design do seu sorriso, mas está com dúvidas sobre as facetas de porcelana e lentes de contato dentais?

A Odontologia Estética tem avançado bastante nas últimas décadas, com desenvolvimento de técnicas, melhoria dos materiais utilizados, além de novas tecnologias de adesão. Exemplo disso são os laminados de porcelana, mais conhecidos como facetas de porcelana e lentes de contato dentais. Muitas são as dúvidas dos pacientes sobre o tema, por isso resolvi listar e responder grande parte delas abaixo.

O que são laminados de porcelana?

Os laminados de porcelana são mais conhecidos por dois nomes – faceta de porcelana e lente de contato dental. As facetas são laminados com espessura mínima de 0.7 mm. Já as lentes de contato dentais são laminados de porcelana ultrafinos, que apresentam espessura de cerca de 0.2 mm apenas.

Há outras diferenças entre faceta de porcelana e lente de contato dental além da espessura?

A diferença está exatamente na espessura. A lente de contato dental é ultrafina, enquanto a faceta de porcelana apresenta espessura até 4 vezes maior.

Qual delas é mais indicada, a faceta de porcelana ou a lente de contato dental?

Isso depende de cada caso. Por ter espessura maior, a faceta de porcelana confere melhor cobertura na correção de grandes falhas, como dentes extremamente escurecidos, mais desalinhados, problemas na estrutura dental e manchas fortes que resistem ao clareamento, a exemplo daquelas causadas por alguns medicamentos e por fluorose. No entanto, é justamente a maior espessura da faceta de porcelana que torna necessário um maior desgaste dos dentes naturais para sua colocação.

Já as lentes de contato dentais são mais indicadas para intervenções menores, como leves desalinhamentos, correção do formato dos dentes, melhora na textura e cor, fechamento de diastemas e aperfeiçoamento do design do sorriso. Por terem espessura ultrafina, as lentes de contato dentais exigem desgaste mínimo e, em muitos casos, ele nem mesmo é necessário.

Para que são indicados os laminados de porcelana?

O tratamento é indicado para quem deseja corrigir formato, alinhamento, manchas, trincas, fraturas, diastemas (espaço entre os dentes), o design do sorriso ou para melhorar a textura e a cor dos dentes. 

Quais as principais vantagens das lentes de contato dentais e das facetas de porcelana?

Entre os benefícios estão a rapidez do tratamento, em média realizado em apenas 3 consultas, a alta longevidade e a baixa manutenção, pois a porcelana possui estabilidade de cor e não se pigmenta com o passar do tempo. Para quem procura corrigir leves desalinhamentos, há ainda a vantagem de conseguir isso sem precisar recorrer a aparelhos ortodônticos. No caso das lentes de contato dentais, há também o benefício de ser necessário muito pouco ou nenhum desgaste dos dentes naturais.

Como é o passo a passo para colocação de facetas de porcelana e lentes de contato dentais?

O tratamento costuma ser realizado em cerca de 3 sessões apenas. Na consulta inicial é avaliada a saúde bucal do paciente como um todo, além de suas queixas e expectativas. Caso a saúde bucal não apresente necessidade de outros tratamentos prévios à colocação dos laminados de porcelana, um molde é feito na mesma consulta. Ele é usado para a confecção do que chamamos de “modelos de estudo” e “enceramento de diagnóstico”, que é o modelo usado para estudar o caso, confeccionar o mock-up (previsão do resultado final). Apenas depois desses procedimentos é que se faz a moldagem final. 

É preciso anestesia para a colocação dos laminados de porcelana?

A utilização de anestesia está diretamente relacionada ao nível de desgaste necessário nos dentes naturais, além do grau de sensibilidade do paciente, que varia de pessoa para pessoa. 

As lentes de contato dentais ou facetas de porcelana se quebram facilmente?

Não. A porcelana só é frágil enquanto é apenas uma película, antes de sua fixação no dente. A partir do momento em que é fixada, ela ganha grande resistência, muito similar à do esmalte dentário.  É a própria estrutura do dente que dá a ela suporte para que crie essa resistência. A chance de quebra da lente de contato dental ou da faceta de porcelana é praticamente a mesma do dente natural. 

Os laminados de porcelana revestem todo o dente?

Não, eles revestem a face vestibular (frontal) dos dentes, aquela que fica exposta no sorriso.

As lentes de contato dentais ou facetas de porcelana são colocadas em todos os dentes?

Não. Elas costumam ser aplicadas nos dentes que aparecem no sorriso, geralmente chegando até o primeiro ou segundo pré-molar. Há casos em que a aplicação ocorre apenas na arcada superior, em outros se aplica nas arcadas superior e inferior. 

Caso a aplicação seja feita apenas na arcada superior, é essencial considerar a cor dos dentes naturais da arcada inferior para que não haja divergência na tonalidade, já que a porcelana não terá a cor alterada com o passar do tempo, mas os dentes naturais sim. Nesses casos, os dentes naturais são clareados até que se chegue à tonalidade desejada. 

É com base nessa tonalidade que as lentes de contato dentais ou as facetas de porcelana são confeccionadas, de forma a alinhar a cor da porcelana com a tonalidade dos dentes naturais, conferindo naturalidade ao sorriso. 

Já em casos nos quais o paciente deseja porcelana extremamente branca, recomenda-se aplicar a técnica nas duas arcadas, de forma a garantir que não haja divergência de cor ente a porcelana em uma arcada e os dentes naturais em outra, especialmente ao longo do tempo. 

Os laminados de porcelana são confeccionados sempre com as mesmas características para todos os pacientes?

De forma alguma. O processo é inteiramente personalizado e leva em consideração as características de cada paciente. 

A higienização diária dos laminados de porcelana é diferente?

Não, a higienização é a mesma que realizamos nos dentes, sem uso de produtos adicionais e específicos. Basta escova de dente, pasta e fio dental.

E quanto à manutenção?

Não há manutenção específica. Os cuidados que o paciente com lente de contato dental ou faceta de porcelana precisa ter são os mesmos de um paciente sem a porcelana nos dentes, ou seja, higienização diária adequada e visita regular ao dentista, a cada 6 ou 8 meses. 

Qual a duração da lente de contato dental e da faceta de porcelana?

A duração média de ambas é de 10 a 15 anos, mas há casos em que esse tempo é muito maior. Tudo depende da saúde bucal como um todo, da visita regular ao dentista, higienização diária adequada, além de cuidados que são comuns também aos dentes naturais, como não abrir garrafas e embalagens com os dentes, não roer unhas etc. 

A porcelana escurece com o tempo?

Não, ao contrário dos dentes naturais, a porcelana é totalmente impermeável, por isso nenhum tipo de pigmento consegue penetrar em sua estrutura. Em raras vezes ocorre um manchamento superficial, facilmente removível. 

As lentes de contato dentais e facetas de porcelana protegem os dentes de cáries?

Não. A higienização diária é extremamente importante para manutenção dos laminados de porcelana e também para a saúde bucal como um todo. 

O procedimento é reversível?

As facetas de porcelana podem ser retiradas, mas precisam ser substituídas por outras. Isso ocorre porque a estrutura do dente é desgastada para sua colocação, portanto é preciso repor essa estrutura. 

Já no caso das lentes de contato dentais, é possível fazer a remoção e manter apenas os dentes naturais, desde que não tenha sido necessário nenhum desgaste para a colocação das lentes. No entanto, a remoção não é recomendada, pois o procedimento é bastante delicado e utiliza uma broca na remoção da porcelana. 

Tanto as facetas de porcelana quanto as lentes de contato dentais não apresentam motivos para serem removidas, pois não causam dor ou incômodo, nem sofrem alteração de textura e cor com o passar do tempo. 

Sua dúvida não está listada aqui? Poste sua pergunta ou comentário no final da página. 

por Alfeu Bottazzari Júnior, dentista graduado, especializado em implante e mestre em prótese dentária, em Maringá.